Morador denuncia uso de maquinário da prefeitura em lotes particulares em Pancas - Colatina News

Recentes

08/10/2020

Morador denuncia uso de maquinário da prefeitura em lotes particulares em Pancas

Maquinário pesado da prefeitura...

Um morador de Pancas, no Noroeste do Espírito Santo, faz uma grave denúncia contra a prefeitura municipal, que segundo ele, em pleno período eleitoral utiliza maquinário do Município em propriedades particulares. Para confirmar, o morador filmou máquina e caminhão em atividade num lote particular no Bairro Nilton Sá.

 

De acordo com o morador, o prefeito Sidiclei Giles de Andrade, que é candidato à reeleição, tem cedido maquinários da prefeitura para atender particulares. “O prefeito age como se estivesse acima da lei. Essa situação é desagradável, porque os demais candidatos ficam em desvantagem, já que não têm a máquina nas mãos”, disse ele.

 

“A certeza da impunidade leva esse prefeito a praticar cada absurdo, que até assusta a sociedade. Alguém tem que fazer alguma coisa. Ele sempre se safa das denúncias contra ele, como ocorreu com a denúncia de propaganda extemporânea realizada por ele, e da qual foi absolvido com julgamento em tempo recorde”, acrescenta o morador.

 

... e caminhões estão sendo utilizados em propriedades particulares

Um advogado ouvido pelo Colatina News disse que o prefeito Sidiclei vem praticando crime eleitoral desde antes do início da campanha eleitoral. “Além de divulgar propaganda extemporânea denunciada pelo MPE (Ministério Público Eleitoral), ele pratica também abusos de poderes econômico e político”, enfatiza o advogado.

 

Sidiclei, cujo candidato a vice é ficha suja e deverá ter o registro de candidatura impugnado, age como se tivesse certeza de que as ações contra ele jamais serão procedentes. Tanto é que no pedido de impugnação de seu candidato a vice, ex-prefeito Agmair Araújo Nascimento, ele chamou a informação de fake news.

 

O promotor eleitoral Antônio Carlos Gomes da Silva Júnior alega no seu pedido de impugnação de registro de candidatura, que o ex-prefeito está inelegível, porque o TCES (Tribunal de Contas do Espírito Santo) rejeitou suas contas quando exercia o mandato de prefeito de Pancas em 2016, decisão já transitada em julgado.




  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!