Consumidores recebem com desconfiança descontos na conta de energia - Colatina News

Recentes

11/07/2019

Consumidores recebem com desconfiança descontos na conta de energia

Foto ilustrativa

A partir deste mês de julho consumidores da Empresa Luz e Força Santa Maria, que além de Colatina abrange mais 11 municípios capixabas, terão um desconto em suas contas de energia elétrica, em virtude da restituição dos valores referentes ao ICMS pagos ao longo dos anos.

A empresa devolverá aos consumidores cerca de R$ 49,8 milhões de tributos cobrados mensalmente nos últimos oito anos nas faturas de energia elétrica, o que encarecia o valor final cobrado. A informação foi divulgada aos consumidores pela empresa no mês de junho passado.

A existência da dupla tributação foi constatada pelas próprias empresas de energia elétrica, que em 2016 acionaram a justiça pedindo a revisão da medida que julgavam ilegal. Com a vitória na justiça, as empresas devolverão aos consumidores os valores pagos pelos tributos.

Além da empresa Luz e Força Santa Maria, a Edp Escelsa também fará a restituição dos valores cobrados, mas terá que aguardar regulamentação da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O Colatina News ouviu a opinião de alguns consumidores a respeito do assunto.

No geral as pessoas ficaram satisfeitas com a novidade, e muitas nem tinham conhecimento desse fato. Entretanto, muitos não gostaram da forma como será realizada a restituição dos valores pagos, alegando que várias pessoas que pagaram o tributo não serão devidamente ressarcidas.

Soraya Guimarães, por exemplo, disse que até o final do ano passado vivia de aluguel e agora comprou sua própria casa. “Como vou ser restituída? Com certeza ficarei no prejuízo, pois tudo que paguei nos anos todos que lá morei será devolvido para o proprietário do apartamento”.

Já o Marcos Paulo não acredita muito nessa novidade. Para ele a devolução dos valores pagos a mais serão cobrados depois ao triplo. “Essas empresas são como vampiros, que sugam a última gota de sangue do consumidor”, acusa ele, acrescentando que vai pagar para ver.

A principal preocupação, no entanto, é em relação aos que moravam de aluguel e que mudaram para outros endereços. “Nós seremos prejudicados, pois pagamos e quem receberá a restituição será o dono da casa”, lembra Manoela Vieira Campos, com ar de preocupação.

“A forma de restituição está errada, pois a maioria dos que pagaram esses impostos é inquilino e não terá essa restituição. Deveria fazer um cadastro daqueles que têm direito à restituição e efetuar o pagamento via depósito bancário ou outra forma escolhida”, acrescenta Manoela.

No caso de Josué Antônio Brito, a preocupação dele outra. Para ele, a restituição não se trata de crédito como está sendo propalado pelas empresas de energia. “É uma devolução de valores cobrados indevidamente e deveria vir acrescido de juros e correção monetária”, questiona ele.

“Apesar de terem sido as próprias empresas que questionaram a bitributação na justiça, não confio nas boas intenções delas. Pode esperar que toda grana devolvida sairá do nosso lombo no futuro”, prevê Rafael Lombardi Tassinari, comentando que no Brasil o consumidor só se dá mal.








8 comentários:

Marcos Paulo disse...

Confirmo. Não confio mesmo nessas empresas. Só levam a melhor sobre nós. Vamos aguardar para ver no que vai dar isso

Maria Margarida Inocêncio disse...

Eu tenho a mesma opinião que a Manoela. Da forma que vão devolver o dinheiro que pagamos, nós que pagamos aluguel vamos ser prejudicados. Tem que haver uma solução para isso, afinal, outro não pode receber aquilo que nós pagamos

Maria da Consoloção disse...

Tô na mesma situação que a Soraya. Como ficará nesse caso que agora saímos do aluguel? Como faremos para receber a restituição!

Renan Maforte Brites disse...

Tenho até medo de pensar no preço que pagaremos por isso no futuro

Marlidia Pastes disse...

Só vou acreditar quando ver. Li que a conta de luz aumenta em agosto. Isso é um roubo

Colatina News disse...

Boa pergunta. Vamos tentar ver com a assessoria de imprensa da empresa!

Paulo Sérgio disse...

Essa empresa de energia é um lixo. Serviço ruim, porcaria. Só perde pro Sanear, a pior merda que existe

Zé Adriano disse...

Adorei a notícia de que vamos receber o que pagamos. Mas seria bem melhor se nos pagassem tudo de uma vez, o que é mais justo

Postar um comentário

Receba nossas noticias!