Comandante do 12º BPM de Linhares tenta intimidar editor do Colatina News - Colatina News

Recentes

30/08/2019

Comandante do 12º BPM de Linhares tenta intimidar editor do Colatina News

Tentativa de censura à imprensa de Linhares e região é grave

Ao tentar intimidar o editor do site Colatina News enviando uma notificação extrajudicial, o tenente-coronel Lozer só confirmou a intensão do 12º BPM de censurar a imprensa, coisa que teve início com a tenente Jéssica, que chegou a exigir vistoria das notícias que seriam divulgadas pela imprensa.

A tenente sem noção chegou a convocar reunião com a imprensa no gabinete do prefeito de Rio Bananal, para tentar controlar a classe. Durante a reunião, a militar, que ainda estava vivendo na era da ditadura, tentou obrigar os repórteres a deixa-la analisar as notícias policiais antes de suas divulgações.

Na mesma linha segue o atual comandante, que por meio de uma notificação extrajudicial, ameaça o editor do site que apenas divulgou a insatisfação da classe e alega que a notícia é difamatória. A realidade é que o 12º BPM vem passando boletins maquiados para a imprensa, dificultando o seu trabalho.

Segundo um policial cujo nome será omitido, a estratégia de não divulgar nomes de criminosos é para evitar que políticos, caso se envolvam em escândalos, tenham seus nomes divulgados. “Não há nada de defesa da sociedade. É tudo arquitetado”, disse o policial, que não concorda com essa prática.

A tentativa de controlar a imprensa teve início com a tenente Jéssica
A tentativa de amordaçar a imprensa teve início a partir de junho de 2017, e ao que parece, conforme vazamento, o comando do 12º BPM pretende aumentar ainda mais a lei da mordaça a partir desta sexta-feira, 30. O comando do 12º BPM parece agir no sentido de anular a imprensa em Linhares.

A forma de repasse das informações, com omissão dos nomes dos criminosos e tarjas em fotos de bandidos é uma afronta à Constituição Federal, que garante a liberdade de imprensa. A Polícia Militar não tem competência e nem lhe é permitido decidir se esse ou outro fato deve ou não ser divulgado.

O editor do site Colatina News, de posse da notificação extrajudicial encaminhada por e-mail por um advogado, tomará as medida cabíveis, movendo uma ação contra o Estado do Espírito Santo pela tentativa do comandante da Policia Militar do Município de Linhares de censurar à imprensa livre.

De acordo com o editor do Colatina News, que além de jornalista é advogado, o comandante do 12º BPM, caso tivesse se sentido ofendido pela notícia que apenas fez eco aos jornalistas insatisfeitos com sua atitude de esconder os fatos da imprensa, bastaria emitir uma nota de esclarecimento.

Um jornalista, que por medo de represália pediu para não ser identificado, confirmou que o objetivo de censurar a imprensa é proteger políticos da região, que volta e meia se envolvem em crimes de repercussão. “Não divulgação de nomes de envolvidos, garante o anonimato de bandidos da elite”.

Conforme documentos enviados ao Colatina News, nos resumos de boletins de ocorrências enviados à imprensa, mesmo os criminosos não sendo menores, seus nomes são omitidos pelo Batalhão, o que beneficia o bandido e prejudica a sociedade, que não tem conhecimento do tipo de pessoa que convive.

Veja abaixo a forma que as ocorrências são enviadas à imprensa. Os nomes são intencionalmente omitidos pelo 12º BPM de Linhares:







13 comentários:

  1. É o efeito Bolsonaro

    ResponderExcluir
  2. Repórter Linharense30 de agosto de 2019 15:42

    Muito boa a notícia. É realmente o que está acontecendo aqui em Linhares. A polícia está se julgando poderosa a ponto de querer ensinar a nós jornalistas o nosso trabalho. Fiquei sabendo hoje que até o MP entrou nessa de tentar censurar a imprensa, ao invés de cumprir sua função de fiscal da lei. Temos que nos unir, afinal, sem imprensa não há democracia.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ao site pela coragem de denunciar esse abuso cpntra a liberdade de imprensa. Não deixe isso baixo não.

    ResponderExcluir
  4. Sebastião Emídio30 de agosto de 2019 15:49

    Não dá pra entender porque esconder nome de quem pratica crimes. Estão protegendo bandidos e ficando contra a sociedade que tem direito de saber o que está acontecendo.

    ResponderExcluir
  5. Aqui em Colatina o 8° BPM respeita a imprensa e a sociedade. Nós repórteres obtemos as informações sem censura. Temos uma noa parceria.

    ResponderExcluir
  6. Marilda Alves Canutto30 de agosto de 2019 16:38

    Onde esse coronel tá com a cabeça pra fazer isso com a imprensa. É tão bom a gente ter parceria

    ResponderExcluir
  7. Roberto Carlos, Betão30 de agosto de 2019 17:13

    Já trabalhei numa rádio em Linhares e conheço bem como funcionam as coisas aí. O comandante anterior era muito bom e respeitava a imprensa. A gente tinha uma parceria muito boa. Se por ventura ele quisesse que uma determinada matéria não fosse divulgada, bastava ligar ou enviar mensagem.

    ResponderExcluir
  8. - Primeiro, você se chama IGOR MIRANDA (está usando nome falso), mora em Rio Bananal e NÃO é repórter porra nenhuma. Não tem absolutamente NADA com ou em Colatina.
    - Segundo, criou este blog apenas para atacar e isso está óbvio.
    - Terceiro, o comandante da PM de Linhares é um profissional de caráter ilibado, deixe de ser imbecil que sua casa vai cair logo, logo.
    - Quarto, a PM não tem obrigação de divulgar nomes pois alguns processos podem correr em segredo de justiça, assim o comandante poderia ser processado por divulgar os nomes.
    - Quinto, FakeNews pura. Prepare-se para as consequências na justiça, não adianta ficar de Mimimi de ditadura, isso é papo de vagabundo petista. Você está atacando injustamente alguém que não cometeu crime algum. Toda ação tem um reação, não está lidando com gente da sua laia.

    ResponderExcluir
  9. Depois que esse presidente sem noção assumiu esses policiais estão se achando no direito de censurar quem não concorda com eles.

    ResponderExcluir
  10. Maria da Conceição30 de agosto de 2019 21:01

    Eles são ótimas pessoas, mas pecam por tentar amordaçar a imprensa!

    ResponderExcluir
  11. Thiago de Oliveira31 de agosto de 2019 10:27

    Aqui no 11° BPM é ainda pior. Além da polícia esconder o nome do bandido, ainda coloca uma tarja sem o cara ser menor. Parece que a PM está agindo no sentido de proteger o bandido a todo custo e a sociedade, que paga seus salários, que se dane!

    ResponderExcluir
  12. Valmir Brito da Costa1 de setembro de 2019 10:47

    Vamos recorrer a Assembléia Legislativa contra esse abuso de poder, essa tentativa de calar a imprensa. Vivemos numa democracia e a imprensa é livre. A PM não tem competência para decidir o que vai ou não ser publicado. Devia se limitar a manter a segurança da população, que é para isso que é paga.

    ResponderExcluir
  13. Aloísio Santos Ribeiro1 de setembro de 2019 13:58

    Isso não é nada. Precisam ver é a truculência dessa polícia com as pessoas carentes da periferia. Não valem pra nada e ao invés de garantir a segurança, eles impoem é o terror em famílias pobres e trabalhadores de baixa renda.

    ResponderExcluir

Receba nossas noticias!