Presente de grego. Donos de veículos terão de pagar vistoria em transferências - Colatina News

Recentes

17/01/2020

Presente de grego. Donos de veículos terão de pagar vistoria em transferências

Adicionar legenda

Os proprietários de veículos automotores no Espírito Santo já estão usufruindo desde segunda-feira, 13, do presente de Ano Novo concedido pelo governador Renato Casagrande (PSB), por meio do presidente do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), ex-deputado federal pelo PT, Givaldo Vieira.

É que a partir de agora, os veículos que precisarem de vistoria para realizar serviços no Detran/ES passarão a ser avaliados de forma eletrônica por ECV (Empresas Credenciadas de Vistoria) em todo Estado, em cumprimento, segundo eles, a uma orientação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

A alegação é de que o novo procedimento é uma grande evolução, contribuirá no combate às fraudes, principalmente no caso de clonagens, e representará aperfeiçoamento no processo de identificação dos equipamentos do veículo, rapidez, substituição de uso do papel e armazenamento do histórico do veículo.

O problema é que a vistoria, antes gratuita, passou a custar aos já explorados proprietários de veículos, R$ 120,00. “Isso é Brasil. Aqui só criam despesas para o cidadão e nunca oferecem benefícios. É um absurdo a cobrança dessa taxa. Por que não deixam como estava?”, questiona José Antônio Castanhede.


Para o motorista Jair de Oliveira Nunes, ao instituir essa taxa o governador Casagrande dá uma facada no cidadão capixaba, que já tem que pagar coisas demais. “Esses governos têm fixação por empresas terceirizadas. É um caso sério isso. É uma forma covarde de onerar ainda mais o cidadão”, ressalta.

Jair de Oliveira lembra que já está provado que terceirizar serviços públicos só dá problema para a sociedade. “Basta a gente lembrar dos pátios e guinchos que eram utilizados por uma máfia e que felizmente hoje não existem mais, apesar de recentemente o diretor do Detran ter tentado voltar com os guinchos”.

Ao finalizar, Jair de Oliveira destaca que graças ao deputado estadual Enivaldo dos Anjos, a ameaça do retorno dos guinchos foi descartada. “Vamos ver por quanto tempo, pois esse tipo de serviço é muito rentável e sempre vai haver alguém de olho tentando retorná-lo contra a sociedade”, conclui Jair.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!