Dia de fúria. Homem enfurecido quebra tudo na Assistência Social de Linhares - Colatina News

Recentes

30/03/2020

Dia de fúria. Homem enfurecido quebra tudo na Assistência Social de Linhares

Estado que ficou a recepção da secretraria

O Coronavírus continua causando problemas mundo afora por causa do isolamento social, o que mexe com o psicológico das pessoas, deixando algumas agressivas. Foi o que aconteceu nesta segunda-feira, 30, em Linhares, no Norte do Estado, onde se registrou um quebra-quebra numa unidade pública.

O nome e a idade do indivíduo não foram divulgados pela polícia, apenas que é desempregado e que se revoltou com um atendimento na Secretaria Municipal de Assistência Social, ocasião em que perdeu o controle e quebrou cadeiras, portas, luminárias, além de danificar vários carros que estavam no local.

A polícia compareceu ao local e constatou que o indivíduo, além do quebra-quebra dentro do setor público, danificou cinco carros particulares e da prefeitura que estavam estacionados no local. Uma servidora disse assustada que nunca tinha visto uma demonstração de fúria tão grande quanto a do cidadão.

Carros que estavam no local foram danificados
As informações são de que o homem está desempregado e foi ao local para tentar conseguir sua inclusão no programa de aluguel social. Como obteve resposta negativa, ele ficou revoltado e destruiu tudo que encontrou pela frente, provocando corre-corre por parte de servidores e pessoas que estavam no local.

Outro caso de fúria foi registrado em Tamil Nadu, na Índia, onde um indivíduo identificado apenas como Manikandan, 35 anos, saiu de casa nu, correu por algumas ruas e atacou uma moradora de rua de 80 anos. Ela estava dormindo, quando ele partiu pra cima dela e a matou com mordidas no pescoço.

O fato ocorreu na sexta-feira, 27 e segundo as autoridades policiais, Manikandan estava em quarentena sob suspeita de ter contraído o Coronavírus e não suportou o isolamento. Após sete dias de confinamento ele teve um surto e desobedeceu às orientações, saindo para a rua sem nenhuma roupa.

Até um caminhão particular levou a pior
Após o crime, Manikandan foi detido por pedestres e entregue à polícia, que o conduziu ao Distrito Policial, onde foi indiciado por assassinato. Familiares de Manikandan disseram aos policiais que ele vinha enfrentando problemas psicológicos desde que seus negócios foram à falência por causa da pandemia.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!