Meneguelli cancela licitação de obra inútil e culpa imprensa, comércio e vereadores! - Colatina News

Recentes

07/04/2020

Meneguelli cancela licitação de obra inútil e culpa imprensa, comércio e vereadores!

Com atuação teatral Meneguelli tenta justificar o injustificável

O prefeito Sérgio Meneguelli, de Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, usou as redes sociais para praticar o seu costumeiro show e tentar justificar o cancelamento da licitação para a construção de quatro fontes luminosas na Avenida Moacir Dalla e Centro da cidade, obrigado pelo Tribunal de Contas.

Como não podia ser diferente, acusou parte da imprensa e alguns comerciantes de tentar desestabilizar seu governo. Com uma atuação dramática, quase chorou ao comentar os últimos acontecimentos, quando empresários fizeram carreata pedindo a reabertura do comércio e o fim do isolamento social.

Novamente o prefeito Sérgio Meneguelli tenta colocar a culpa de seu fracasso administrativo em vereadores de oposição e em comerciantes ao dizer que cancelou a licitação da construção das fontes luminosas milionárias no início do mês, mas esqueceu que o motivo do cancelamento foi a indignação do povo.

Prefeito dramático

No seu estilo espalhafatoso, Meneguelli disse sofrer pressões para liberar comércios e feiras livres e quase chorando disse que entrou e sairá da prefeitura sem grupos. E como todo político que não tem obras para apresentar, disse que foi o prefeito que mais deu aumentos ao servidor público e apelou para a religião.

As fontes luminosas que seriam construídas por Sérgio Meneguelli custariam ao Município a bagatela de R$ 2.168.539,49. O valor tão alto para uma obra tão inútil chamou a atenção do Tribunal de Contas, que a suspendeu liminarmente, e do Ministério Público, que orientou pelo cancelamento da referida licitação.

A população consciente também mostrou sua indignação com a construção das fontes luminosas, quando faltam recursos para medicamentos, médicos e até material de limpeza nos postos de saúde, carência de reformas em escolas caindo aos pedaços e falta de investimento nos bairros da cidade, abandonados.

Vereadores se pronunciaram

Um dos fatores que levaram o prefeito a revogar a Tomada de Preços nº 019/2020, que tinha por objetivo a contratação de empresas para a construção de fontes luminosas ao longo da Avenida Moacir Dala, onde seriam construídas três, e no centro da cidade, foi o pronunciamento dos vereadores na Câmara.

“Somos contra, neste momento de grande dificuldade e sofrimento da população, que o nosso recurso, dinheiro público, seja gasto em obras voluptuárias, para mero embelezamento, tal como consta na justificativa da licitação que visa contratar empresas para construção das fontes”, disseram.

A realização da licitação para a construção das fontes gerou indignação em moradores de Colatina, que por conhecerem a realidade do Município, não se conformavam com o uso de dinheiro público na construção de obra que não traria nenhum benefício para a cidade, a não ser autopromoção do prefeito Meneguelli.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!