Moradores de Água Doce do Norte revoltados com serviços da Viação Pretti - Colatina News

Recentes

10/07/2020

Moradores de Água Doce do Norte revoltados com serviços da Viação Pretti

ônibus superlotado com passageiros em pé

Moradores de Água Doce do Norte, no Noroeste do Espírito Santo, estão uma fera com a Viação Pretti por causa da péssima qualidade do serviço prestado aos moradores, no transporte para Barra de São Francisco, Município vizinho. A reclamação é geral e há ameaças até de se atear fogo a ônibus na cidade.

De acordo com os usuários, o ônibus destinado pela empresa para o transporte está caindo aos pedaços, poltronas velhas e por ser apenas um, anda superlotado, com pessoas viajando em pé mesmo diante da proibição da própria empresa. Além disso, a aglomeração dentro do ônibus ocorre todos os dias.

Os usuários afirmam que já pediram providências à direção da empresa, mas até agora nada foi feito. “Eles pegam aqueles refugos que já estão indo para o depósito de lixo e colocam para fazer a linha de Água Doce do Norte a Barra de São Francisco. É um desrespeito com a gente”, Reclama Geralda Vieira Silva.

Usuários ficam até duas horas aguardando ônibus
Pelo fato de haver apenas um ônibus à disposição da população, várias pessoas aguardam no ponto de ônibus por até duas horas, o que aumenta ainda mais a revolta dos moradores, que estão prestes a fazer uma loucura. “Muitos de nós trabalhamos em Barra de São Francisco e isso nos prejudica”, disse Karla.

Ela disse, ainda, que o que a Viação Pretti faz em Água Doce do Norte é quase uma discriminação contra os moradores de lá. “Sabemos que a empresa tem ônibus bons, e são capazes de prestarem um bom serviço à comunidade aguadocense, mas não melhoram por teimosia ou por pirraça mesmo”, disse ela.

Os moradores querem que a empresa destine ao Município pelo menos três ônibus diários, em horários que dê condições de chegarem ao trabalho dentro do horário. “Pagamos caro pela passagem de ônibus para termos um serviço de péssima qualidade. Não está certo e lutaremos contra esse abuso”, finaliza.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!