Sidiclei sofre mais uma derrota e terá que pagar salários de servidor que perseguiu - Colatina News

Recentes

26/07/2020

Sidiclei sofre mais uma derrota e terá que pagar salários de servidor que perseguiu

Fórum de Pancas

A prefeitura Municipal de Pancas, no Noroeste do Espírito Santo, terá que voltar a pagar os salários do presidente do SISPMP (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Pancas), Braz Luís Riva, suspenso por, segundo o presidente, perseguição e ato ditatorial do prefeito Sidiclei Giles de Andrade.

A decisão foi proferida pelo juiz Adelino Augusto Pinheiro Pires, na quinta-feira, 23. Braz teve seus salários arbitrariamente suspensos por 90 dias em um PAD (Processo Administrativo Disciplinar), por ter denunciado a suspensão dos repasses ao sindicato, o que configura cerceamento do direito de expressão.

A denunciada atuação ditatorial do prefeito Sidiclei, já comprovada por vários servidores públicos, tem gerado constrangimento. “Ele age como se fosse um coronel das políticas antigas, pensa que manda na prefeitura e que é sua casa ou seu consultório, onde ele faz o que bem entende”, disse uma servidora.


Segundo servidores, que aplaudiram a decisão do juiz, Sidiclei tem acumulado derrotas e deixam claro que a maior derrota será a que vai sofrer nas urnas. “Pancas não merece um indivíduo desses como prefeito. Ele não aceita críticas e vive perseguindo servidores contrários a ele”, salienta a servidora.

A suspensão ao servidor ocorreu por duas vezes e todas elas pelo fato de o presidente do sindicato criticar a forma como Sidiclei tratava o órgão, retendo os repasses dos sindicalizados, com o objetivo de inviabilizar o funcionamento do sindicato, sendo que uma delas foi por causa de um direito de resposta.

O prefeito Sidiclei, segundo denúncias, não aceita críticas e massacra quem demonstra ser contrário à sua posição. No caso do presidente do sindicato, ele tentou cercear as liberdades de expressão e sindical. “Sidiclei é o típico cidadão que se julga acima da lei e senhor todo poderoso”, finaliza a servidora.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!