Em plena pandemia povo e políticos matam até porco na rua em Central de Minas - Colatina News

Recentes

01/09/2020

Em plena pandemia povo e políticos matam até porco na rua em Central de Minas

Porco esfolado no meio da rua...

Central de Minas, no Leste Mineiro, parece que vive em outro planeta ou outra dimensão. Os absurdos ali registrados demonstram que a atual administração, chefiada pelo prefeito Otaviano Laia, o Tavim, e muito menos partidos que disputarão as próximas eleições, estão preocupados com a atual situação.

Tanto é que recentemente um grupo de pessoas ligadas ao MDB (Movimento Democrático Brasileiro) esfolaram um porco em frente ao Bar do Nenzim, na localidade denominada Floresta. O bar, conforme vídeo no final da notícia, tinha inúmeros frequentadores e a todo momento chegavam mais pessoas.
  
...aglomeração em bares da cidade...
Além do porco esfolado, assado e consumido com bebidas alcoólicas no bar, carreatas foram realizadas e churrascos políticos denunciados por moradores da cidade. Para piorar a situação, o prefeito Tavim está convocando a população para participar de convenção política na Quadra Poliesportiva.

“Estamos com um alto índice de infestados pelo Coronavírus aqui em Central de Minas e esse aumento se deve justamente a essa irresponsabilidade de realização de churrascadas políticas, carreatas e aglomerações com intuitos eleitorais. Tivemos novos 75 casos nos últimos 15 dias e três mortes”.

...e desossamento de porco...
A denúncia é do morador José Antônio Alves. Ele salienta que ninguém respeita nada, está havendo muita aglomeração, e agora convidam para convenção política, mesmo existindo uma proibição judicial. “Temos inclusive agentes de saúde que testaram positivos andando normalmente pelas ruas”.

José Antônio faz uma grave denúncia. Segundo ele, em Central de Minas não há mais informações oficiais sobre o número de pessoas contaminadas ou curadas. “Com o aumento do número de pessoas infectadas, a administração determinou que os números de infectados não fossem mais divulgados”, disse.

...é o cenário no dia dia de Central de Minas
O morador se diz preocupado com o rumo que o Município está tomando, com o despreparo da administração no combate ao Coronavírus e, principalmente, com a falta de atuação do Ministério Público, que a tudo assiste placidamente e não toma nenhuma providência. “Estamos à deriva nessa cidade”, finaliza ele.

Na cidade, que tem pouco mais de sete mil habitantes, segundo denúncias o comércio está funcionando normalmente, inclusive bares que ficam abertos até tarde com vários fregueses; as pessoas que usam máscaras é minoria e a classe política, inclusive o prefeito Tavim, incentiva a exposição ao vírus.

                                               

                                                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!