Ativista denuncia suposta manobra eleitoral de Guerino Zanon em Linhares - Colatina News

Recentes

07/10/2020

Ativista denuncia suposta manobra eleitoral de Guerino Zanon em Linhares

Jonas Soprani continua tirando o sono do prefeito Guerino Zanon

O ativista e candidato a vereador Jonas da Silva Soprani, de Linhares, no Norte do Espírito Santo, denuncia manobra do prefeito linharense Guerino Luiz Zanon que, segundo ele, pretende colocar no seu lugar um laranja, havia vista que está inelegível até 2027 e, se a lei for cumprida, não poderá concorrer nas próximas eleições.

 

De acordo com Jonas Soprani, Guerino contratou o Insituto de Pesquisas de Opinião Pública Futura para realizar uma pesquisa eleitoral em Linhares na terça-feira, 06, que deverá ser divulgada na próxima segunda-feira, 12. “Me informaram que na pesquisa realizada pela Futura ele está em primeiro lugar, e o laranja dele em segundo”, disse.

 

Jonas afirma que acha estranha essa atitude de Guerino Zanon, pois ele sabe perfeitamente que sua candidatura, caso a lei seja cumprida à risca, será impugnada por causa de sua inelegibilidade. “Esse Guerino é uma raposa política e não dá ponto sem nó. Alguma treta deve ter por trás dessa manobra suspeita”, enfatiza Jonas.

 

Crítico ferrenho da administração de Guerino Zanon, o ativista Jonas Soprani, que sempre atuou na fiscalização do Executivo, realizando trabalho que os vereadores do Município nunca fizeram, disse que no que depender dele, estará sempre atento para denunciar as manobras do atual prefeito. “Ele precisa aprender a respeitar o povo”.

 

Ativista diz que Guerino será excluído da política

 

O responsável pela inelegibilidade de Guerino Zanon é justamente o ativista Jonas Soprani, que na época denunciou ao Ministério Público as irregularidades na execução de um convênio do Município com a Funasa (Fundação Nacional da Saúde), para a construção de esgotamento sanitário no Pontal do Ipiranga, que nunca foi concluído.

 

Guerino foi condenado pelo TCU (Tribunal de Conta da União) por “ter agido com total descaso e ausência de zelo pelo dinheiro público, não executando a obra de acordo com o projeto do convênio”. A condenação transitou em julgado, Guerino tornou-se inelegível e o MPE pediu a impugnação de sua candidatura à reeleição como prefeito.

 

“Contra Guerino Zanon tramitam várias ações por improbidade administrativa e quando as sentenças começarem a surgir, ele acabará sendo retirado de vez da política. Será um câncer político que será extirpado, já que com as condenações virão, também, as inelegibilidades que se acumularão”, profetiza o ativista Jonas Soprani.

 

Ao finalizar, Jonas lembra que Guerino Zanon, que já administrou Linhares em outras ocasiões e também já foi deputado estadual várias vezes, chegou a ser preso por atos de corrupção. “A folha corrida do nosso prefeito não é das muito simpáticas, e pelo andar da carruagem, a tendência é ficar ainda mais suja no futuro”, conclui o ativista.

 


 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!