Ex-prefeito francisquense é condenado pelo TCES por manter servidor fantasma - Colatina News

Recentes

08/11/2020

Ex-prefeito francisquense é condenado pelo TCES por manter servidor fantasma

Isolado politicamente, Luciano Pereira coleciona condenações

O ex-prefeito Luciano Pereira, de Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo, foi condenado pelo Tribunal de Contas capixaba a ressarcir aos cofres públicos mais de R$ 49 mil em valores atualizados. Também foram condenados Clemilda Campos Barros, Leandro de Oliveira Moreira e Admilson Ribeiro Brum.


Segundo o relatório da Comissão de Tomada de Contas Especial, Admilson Brum recebeu pagamentos irregulares da prefeitura francisquense como assessor de relações públicas no perído de 02 de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2014 sem nunca ter desenvolvido a função, tornando-se funcionário fantasma.


Pela decisão do Tribunal de Contas, a secretária Municipal de Administração, Clemilda Barros e o coordenador-geral Leandro Moreira, tiveram atitude omissiva em alertar quanto à falha na liquidação da despesa. Além disso, consta que Leandro ainda forjou o ateste de presença do então servidor Admilson Brum.


Quanto a Lucianio Pereira, a sua condenação se deve ao fato de nomear para cargo em seu gabinete, autorizando o pagamento mesmo sem a devida prestação do serviço. Além do ressarcimento aos cofres públicos, Luciano terá que pagar multa de R$ 2 mil, Clemilda morrerá em R$ 1 mil e Admilson Brum em R$ 500.


O conselheiro Carlos Rana acompanhou o posicionamento técnico e ministerial do processo como relator. Vale destacar que os valores deverão ser ressarcidos solidariamente ao Município. Isso significa que se algum dos condenados não tiver como ressarcir, o valor será dividido entre os demais. Da decisão cabe recurso. 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!