Vendedor perde parte da orelha ao flagrar a mulher beijando Dom Juan do Cobilândia - Colatina News

Recentes

google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

17/02/2021

Vendedor perde parte da orelha ao flagrar a mulher beijando Dom Juan do Cobilândia

Vendedor foi socorrido ao hospital e depois conduzido à delegacia

Marido traído, mulher infiel, um amante misterioso e uma orelha arrancada foram ingredientes para um barraco na madrugada desta quarta-feira, 17, próximo a Avenida Carlos Lindenberg, em Cobilândia, Vila Velha/ES. Para dar mais tempero ao entrevero, um indivíduo “meteu a colher” na briga, ao ver o vendedor agredindo a mulher infiel. 

 

A polícia foi acionada e compareceu ao local. O vendedor de 35 anos, ao ver a aproximação da polícia evadiu-se do local, dando início a uma perseguição, que percorreu várias ruas da cidade, até que os policiais conseguiram alcançar e prender o fugitivo, que ao ser abordado confessou que tinha ingerido três garrafas de cerveja. 

 

Sobre a briga, o vendedor disse que foi buscar sua mulher nas proximidades do local do fato e lá chegando a encontrou beijando outro homem, que ao vê-lo evadiu-se do local. Disse também que ao tentar levá-la para casa, surgiu outro homem que passava pelo local e começou a agredi-lo com socos e mordidas, arrancando-lhe a orelha. 

 

Dom Juan do Cobilândia não perdoa, diz morador 

 

O outro homem deu versão diferente. Ele disse que passava pelo local e ao ver o vendedor agredindo a mulher, tentando coloca-la à força no carro, partiu pra cima dele, se engalfinhando, até conseguir imobiliza-lo para ser entregue à polícia. Os dois foram presos, sendo que o vendedor foi encaminhado ao Hospital Antônio Bezerra de faria. 

 

De acordo com informações passadas pela polícia, a equipe médica informou que o vendedor perdeu parte da cartilagem da orelha mordida pelo transeunte mequetrefe. Ao receber alta ele foi conduzido à Delegacia de Polícia, onde foi ouvido pelo delegado de plantão. Quanto à mulher infiel, ela deixou o local antes da chegada da polícia. 

 

A polícia realizou buscas pelas proximidades à procura do amante misterioso, mas não conseguiu localiza-lo para esclarecer os acontecimentos. Moradores do bairro disseram que a mulher do vendedor não é a primeira vítima do Dom Juan de Cobilândia. “Com ele é assim, Se a mulher deu mole, ele créu”, disse um morador. 

  

Aqui o acidente é fatal e não a vítima, bandido não é tratado como suspeito, distrito não é chamado de vila e a notícia é divulgada nua e crua, sem medo. Baixe o App e tenha as notícias na palma de sua mão. É só clicar aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!

Baixe nosso aplicativo!

Baixe nosso aplicativo!
Aqui o acidente é fatal e não a vítima, bandido não é tratado como suspeito, distrito não é chamado de vila e a notícia é divulgada nua e crua, sem medo. Baixe o App e tenha as notícias na palma de sua mão. Para baixar nosso aplicativo clic na imagem!