Na contramão dos fatos arquidiocese pede a fiéis católicos para não tomar vacina - Colatina News

Recentes

google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

03/03/2021

Na contramão dos fatos arquidiocese pede a fiéis católicos para não tomar vacina

As vacinas são a esperança contra o avanço da Covid-19

Na contramão dos acontecimentos e em desacordo com o Vaticano, a Arquidiocese de Nova Orleans, nos Estados Unidos da América, aconselhou os católicos a não receberem a nova vacina da Johnson & Johnson contra o Coronavírus, sob alegação de que a dose única é moralmente comprometida.

 

A Arquidiocese, em comunicado na sexta-feira, 26, disse que a nova vacina deve ser evitada pela sua ligação com uma “linhagem celular derivada do aborto” nas suas fases de desenvolvimento e produção, ressalvando que as vacinas disponíveis da Pfizer-BioTech e Moderna são moralmente aceitáveis.

 

Escreveu a Arquidiocese, considerada uma das mais influentes nos Estados Unidos, que “a decisão de receber a vacina contra a Covid-19 permanece uma decisão de consciência individual, em consulta com o provedor de saúde”. E acrescenta: “Ao fazer isso, aconselhamos que, se a vacina moderna ou Pfizer estiver disponível, os católicos devem escolher receber uma dessas vacinas”.

 

Vaticano indica o uso de vacinas contra a Covid-19

 

O imunizante da Johnson & Johnson que está sendo combatido pela Arquidiocese, foi aprovado do domingo, 28, e já está disponível em postos de vacinação nos Estados Unidos, cujo governo fez uma encomenda de 100 milhões de doses. A carga deverá ser totalmente entregue até o fim de junho.

 

Há muito tempo a Igreja Católica considera “moralmente ilícito” o uso de células-tronco de fetos abortados para fins médicos. Entretanto, o Vaticano aprovou com ressalva em dezembro do ano passado, o uso de vacinas produzidas a partir desse procedimento, haja vista o objetivo de salvar vidas.

 

“Todas as vacinas reconhecidas como clinicamente seguras e eficazes podem ser usadas em sã consciência, com a certeza de que o uso de tais vacinas não constitui cooperação formal com o aborto do qual derivam as células usadas na produção das vacinas”, esclareceu em nota o Vaticano em dezembro passado.

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!

Baixe nosso aplicativo!

Baixe nosso aplicativo!
Aqui o acidente é fatal e não a vítima, bandido não é tratado como suspeito, distrito não é chamado de vila e a notícia é divulgada nua e crua, sem medo. Baixe o App e tenha as notícias na palma de sua mão. Para baixar nosso aplicativo clic na imagem!