Mulher que estrangulou a filha menor e enterrou de cabeça para baixo vai a júri - Colatina News

Recentes

google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

12/01/2022

Mulher que estrangulou a filha menor e enterrou de cabeça para baixo vai a júri

Local onde a criança foi enterrada e no destaque Emileide

A mulher Emileide Magalhães, 30 anos, está sendo submetida ao júri popular nesta quarta-feira, 12, por ter matado a filha Gabrielly Magalhães de Souza, 10 anos, estrangulada e depois a enterrado de cabeça para baixo em Brasilândia, em março de 2020. O julgamento foi transferido para a cidade de Três Lagoas.

 

O julgamento está sendo realizado em outra cidade a pedido da defesa da criminosa, em virtude da repercussão após a publicação de duas leis, uma em 08 de junho instituindo o dia de mobilização Gabi Vive, e outra no dia 07 de julho, que denominou o CREAS da cidade com o nome Gabrielly Magalhães Souza.

 

Em vista disso a defesa entendeu que se a realização da sessão do Tribunal de Júri ocorresse em Brasilândia, não haveria como garantir um julgamento isento nos termos previstos em lei, por que não há garantia de imparcialidade dos jurados. O pedido foi acatado pelo juiz e o julgamento realizado em outra cidade.

 

O crime foi apurado em março de 2020, quando a criança foi encontrada enterrada e apurou-se que a mãe a havia matado por ciúmes do marido que estuprava a criança. Em 2019 a vítima disse para uma colega de classe que era estuprada pelo padrasto, mas ameaçada pela mãe preferiu manter o silêncio.

 

O irmão da vítima, de 13 anos, viu o momento do crime e foi obrigado a ajudar a mãe. Em razão disso foi internado na Unei (Unidade Educação de Internação), mas foi liberado dias depois. A população de Brasilândia aguarda com ansiedade o resultado do julgamento e espera uma condenação exemplar para Emileide.

 

Siga-nos no Instagram: @colatinanews, e no Facebook: @sitecolatinanews!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário