Jovem que botou fogo na casa, atirou contra padrasto e foi morto pela PM, tinha depressão - Colatina News

Recentes

google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

01/08/2022

Jovem que botou fogo na casa, atirou contra padrasto e foi morto pela PM, tinha depressão

Matheus foi morto a tiros pela polícia

Foi morto pela polícia depois de atirar contra o padrasto Hélio Oliveira Pena, 70 anos, e atear fogo na casa, o jovem identificado apenas como Matheus Bola, 29 anos, na madrugada de sábado, 30. O fato aconteceu em João Pinheiro, no Noroeste de Minas Gerais e causou espanto nos moradores da localidade.

 

De acordo com informações da polícia o jovem chegou do trabalho armado, sem que ninguém percebesse. De repente ele ficou surtado e ateou fogo nos fundos da residência onde vivia, ocasião em que os familiares acionaram a polícia. Enquanto os familiares tentavam apagar o fogo, Matheus atirou no padrasto.

 

Os disparos de revólver calibre 38 atingiram o idoso no peito, mas mesmo ferido ele conseguiu fugir correndo em direção à viatura da polícia que tinha acabado de chegar. Matheus continuou atirando em direção ao padrasto, mas errou o alvo e atingiu a lataria da viatura policial. Os policiais revidaram e atingiram o rapaz.

 

Matheus, que era vigilante, chegou a ser socorrido em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O padrasto sobreviveu e o fogo foi controlado pelos homens do Corpo de Bombeiros, mas a casa dos fundos, onde o jovem residia, ficou totalmente destruída pelo fogo.

 

Os policiais que efetuaram os disparos que tiraram a vida de Matheus, que há tempos vinha se tratando de uma depressão aguda, estão presos no quartel da PM. Testemunhas afirmam que os policiais poderiam simplesmente terem atirado na perna ou em outro local do corpo de Matheus, sem precisar matá-lo.

 

Siga-nos no Instagram: @colatinanews, no Facebook: @sitecolatinanews, e inscreva-se no nosso canal no Youtube: Colatina News!

 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário