Homem ruim de tiro que atirou no pastor que queria estuprar seu filho continua na prisão - Colatina News

Recentes


google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

02/08/2022

Homem ruim de tiro que atirou no pastor que queria estuprar seu filho continua na prisão

Armas achadas na casa do pai indignado

Permanece preso o cidadão que na noite de terça-feira, 26, atirou contra um pastor da igreja evangélica que teve o nome escondido pela polícia, por ter tentado estuprar seu filho menor, que sofre com Síndrome de Down. O fato aconteceu em Itariri/SP. A atitude do pastor evangélico chocou os moradores da cidade.

 

De acordo com as informações da polícia, o pastor mandou a vítima abaixar as calças para ter relações sexuais. O garoto contou tudo para seu pai, que foi até a igreja e ficou aguardando o pastor sair, ocasião em que disparou contra ele. Por sorte do pastor tarado o pai da vítima era ruim de pontaria e errou o alvo.

 

A polícia foi acionada e ao chegar ao local do crime, encontrou o pastor e o atirador, que foi preso em flagrante e na Delegacia de Polícia, ao ser ouvido pelo delegado de plantão, contou que seu filho chegou em casa chorando muito e dizendo que o pastor havia o mandado tirar as calças para ter relações sexuais.

 

Na residência do atirador os policiais encontraram duas armas de fogo, entre elas uma espingarda com a numeração raspada e uma arma conhecida como “canhão”. O pastor, apesar da grave acusação não foi preso, mas será investigado pela Polícia Civil para apurar a denúncia de estupro de incapaz.

 

“É uma pena que esse pai tenha uma pontaria tão ruim. Esse pastor do Demônio merecia é estar com a boca cheia de formigas. Imagine quantas outras pessoas já foram vítimas desse representante do Diabo na terra. Infelizmente esse maldito vai ficar impune para atacar outros fieis”, disse Antônio Carlos Siqueira.

 

Siga-nos no Instagram: @colatinanews, no Facebook: @sitecolatinanews, e inscreva-se no nosso canal no Youtube: Colatina News!

 

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário