Homem mata a companheira a facadas ao pegar celular e encontrar indícios de traição - Colatina News

Recentes

google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

01/09/2022

Homem mata a companheira a facadas ao pegar celular e encontrar indícios de traição

Maria Clara foi assassinada pelo namorado


O ciúme doentio foi o motivo pelo qual o indivíduo Bruno Magalhães Venceslau, 22 anos, matou a facadas a companheira Maria Clara Oliveira Soares, 21 anos, em Ferros, na Região Central de Minas Gerais, na manhã de quarta-feira, 31. Ele foi preso horas depois na casa da mãe, onde se escondeu após o crime.

 

Ao ser preso Bruno apresentava um corte superficial no pescoço e foi levado para o atendimento médico e depois conduzido à Delegacia de Polícia, onde ao ser interrogado disse que ao pegar o celular da companheira avistou mensagens que comprovavam traição e então pegou uma faca e tentou o autoextermínio.

 

“Ela tentou me impedir, puxou a faca das minhas mãos e acabou sendo atingida por um golpe. Tentei estancar seu sangramento, mas o fluxo era muito grande e assustado decidi fugir do local”, disse ele ao delegado responsável pelo caso, afirmando que foi de bicicleta para a casa da mãe contar o que havia acontecido.

 

Bruno Magalhães foi preso na casa da mãe

A versão fantasiosa do assassino foi desmentida pela Perícia da Polícia Civil, que esteve no local e constatou que Maria Clara tinha sido assassinada com cinco golpes de faca, sendo dois na região do pescoço e três espalhados pelo corpo. No local foram apreendidos a faca usada no crime e quatro celulares.

 

Foi desmentida também a versão de que ele havia tentado se matar por duas vezes após praticar o crime, ao ser constatado que havia apenas um ferimento superficial no pescoço. Depois de ouvido e autuado pelo delegado do plantão, o assassino foi encaminhado ao Sistema Prisional e está à disposição da justiça.

 

O corpo de Maria Clara foi removido ao IML (Instituto Médico Legal), onde foi periciado e depois liberado aos familiares para o sepultamento. O crime que chocou a pequena cidade e revoltou parentes e amigos da vítima, seguirá sendo investigado pela Polícia Civil. Não há registros de brigas anteriores entre os dois.

 

Ajude-nos se inscrevendo no nosso canal noYoutube!

Siga-nos no Instagram: @colatinanews, no Facebook: @sitecolatinanews!

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário