Aumento estratosférico a procuradores municipais gera críticas a prefeito de Colatina - Colatina News

Recentes

14/06/2019

Aumento estratosférico a procuradores municipais gera críticas a prefeito de Colatina

Atitude do prefeito colatinense gerou revolta em Colatina

O aumento de 400% concedido aos procuradores municipais pelo prefeito Sérgio Meneguelli (MDB), de Colatina/ES, não agradou aos demais servidores há anos sem reajustes salariais, e muito menos à população, que desaprovou a atitude do prefeito, classificando o reajuste como absurda e equivocada.

Para justificar o reajuste dos procuradores, cujos salários de pouco mais de R$ 5 mil subiram para cerca de R$ 22 mil, o prefeito Sérgio Meneguelli alegou que o aumento se devia ao acréscimo de duas horas na carga horária diária dos profissionais, que por lei é de quatro horas diárias e a partir de agora será de seis horas.

A explicação não foi bem digerida pelas pessoas, e o prefeito, que está acostumado a conviver com elogios, foi duramente criticado e houve até quem o chamasse de enganador e cara de pau. “Ele devia usar é óleo de peroba em vez de creme de barbear”, disse Regina Souto Nogueira, ao comentar o assunto.

Continue lendo depois da publicidade


O Colatina News ouviu algumas pessoas pelas ruas do centro da cidade, que aceitaram falar, mas alguns com a condição de que o nome não fosse divulgado, como é o caso de um balconista de loja, que justificou afirmando que “ele tem muitos seguidores fanáticos e podemos sofrer algum tipo de represália ou perder o emprego”.

Na minha opinião esse reajuste foi absurdo e desnecessário. Colatina está sofrendo com o abandono por parte desta administração e a maioria dos bairros estão abandonados. Nos postos de saúde falta papel higiênico e os médicos, que são poucos, deixam de receitar aos pacientes, por falta receituário”, completou o balconista.

Rio destruído

O ambientalista Afonso Silva, que se diz fã do prefeito colatinense, se declarou decepcionado com o reajuste. “Moradores do Bairro Raul Giubertti veem lutando há anos por uma providência da administração em favor do Rio Santa Maria que está destruído, e nada é feito apesar das promessas nunca cumpridas”, reclama.

Ele acrescenta que parte do dinheiro usado para quadruplicar o salário dos procuradores poderia ser utilizada na revitalização do rio, que tem grande importância para o Município. “O nosso rio morre cada dia mais pela falta de investimento na sua recuperação, o que demonstra a falta de interesse em protegê-lo”, desabafa Afonso.

Para o ambientalista Afonso Silva, o Rio Santa Maria está abandonado
Não que os procuradores não mereçam o aumento. Porém, se é para aumentar, que seja para todos e não só para alguns privilegiados”, disse um servidor público indignado. “Estamos sem reajustes há anos e ouvindo sempre que era por falta de dinheiro e vejo que tudo era mentira. Exigimos reajuste igual, completa o servidor.

Para a dona de casa Isaura N. Souza, o prefeito devia parar de ficar se autopromovendo tentando passar uma imagem do que não é, e começar a trabalhar e dar mais atenção para o Município. “Nossa cidade parou no tempo. Não temos uma obra de destaque, nada. Só promoção pessoal e mostrar serviço, nada”, reclama ela.

Entretanto, a mais indignada com a situação era a estudante de direito Kamila, que disse não conseguir entender a atitude do prefeito. “Ele é muito cara de pau. Há anos os servidores não recebem reajustes e a desculpa é sempre a falta dinheiro. Mas, para beneficiar os privilegiados o dinheiro aparece. Vergonha”, finaliza.

O fato de o prefeito Sérgio Meneguelli conceder o reajuste astronômico aos procuradores municipais acabou trazendo à tona a grave falta de investimentos na cidade por parte da administração, situação até então suportada por causa da credibilidade que o prefeito tinha e que acabou se desfazendo diante do último acontecimento.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!