E-mail vazado mostra que prefeito Sérgio Meneguelli se beneficia das palestras - Colatina News

Recentes

21/09/2019

E-mail vazado mostra que prefeito Sérgio Meneguelli se beneficia das palestras

Questionamento do jornalista paulista...

O vazamento de um e-mail do secretário de Comunicação da prefeitura municipal de Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, prova que as palestras ministradas pelo prefeito Sérgio Meneguelli país afora, não são tão singelas e escondem atos que podem gerar improbidade administrativa.

O e-mail, encaminhado pelo jornalista paulista, Lucas Secário, no dia 15 de maio de 2019, ao secretário de Comunicação José Paulo da Costa, indagava, dentre outros questionamentos, quando o procedimento do prefeito de Colatina para fazer palestras em outros estados, em horários de expedientes.

O jornalista Lucas questiona, também, se o prefeito Sérgio Meneguelli recebia alguma coisa pelas palestras realizadas em Suzano e Itaquaquecetuba, em São Paulo, se era feriado em Colatina no dia das palestras, e se alguém já havia o denunciado ao MP e à c:amara pelas palestras em horário de expediente.

Em resposta ao jornalista, o secretário de comunicação, José Paulo, afirmou que o prefeito estava acompanhando a secretária de Desenvolvimento Econômico, Kátia Caliari, para visita à empresa Gran Romano, que já está em Colatina e atua no ramo de beneficiamento de extrato de tomates.

...é confirmado pelo secretário de comunicação
Acrescentou o secretário de comunicação, que o prefeito então agendou uma roda de conversa para falar de sua gestão e apresentar o Município a quem marcar presença no evento. Na oportunidade o secretário afirmou que o prefeito não sofre nenhum processo de improbidade administrativa.

Prosseguindo, o secretário informou ao jornalista, que Sérgio Meneguelli não cobra nada pelas palestras, “mas quem solicita custeia as despesas com hospedagem, passagens, translado e alimentação”. Ou seja, o prefeito não cobra para fazer a palestras, mas cobra as despesas, o que é ilegal.

Segundo um servidor que pede para não ser identificado, Sérgio Meneguelli, “quando sai para usufruir das mordomias bancadas por empresas privadas, deixa a cidade acéfala, pois não passa o cargo para o vice-prefeito, conforme prevê a legislação em vigor. Ele age como se estivesse acima da lei”.


Ainda segundo o servidor, mesmo o secretário José Paulo afirmando que o prefeito não recebe pela palestra, acabou confirmando que que ele recebe outros benefícios, que não o salário, como as mordomias para a palestra, o que pode gerar improbidade administrativa, por ferir princípios constitucionais.

“O que esse prefeito vem fazendo e que acabou sendo confirmado pela resposta do secretário de comunicação ao jornalista, é ilegal, ´pois se trata de clara utilização do cargo que exerce para obter benefícios próprios, no caso, as mordomias para a realização de palestras em várias localidades.

O servidor espera que o Ministério Público tome as providências para punir o prefeito pelo uso indevido do cargo para obter benefícios particulares, tais como as realizações de palestras, durante as quais o Município fica sem comando, posto que, segundo denúncias, ele não passa o cargo para o vice.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!