Quase cinco meses depois a morte de Brenda continua envolvida pelo mistério - Colatina News

Recentes

03/10/2019

Quase cinco meses depois a morte de Brenda continua envolvida pelo mistério

Nenhuma novidade sobre a morte de Brenda

Já se passaram quase cinco meses e até hoje as autoridades policiais não deram uma satisfação à sociedade sobre a morte misteriosa de Brenda Marques Feitosa, 14 anos, cujo corpo foi encontrado por um vaqueiro em uma propriedade particular no dia 20 de maio, dois dias após seu desaparecimento.

O corpo da adolescente estava a poucos metros de onde ela morava, no Bairro Vicente Soela II, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Na ocasião os peritos que estiveram no local informaram que Brenda estava muito machucada, e que sua morte tinha sido provocada por um corte na garganta.

Na ocasião não foi possível apurar se a vítima sofreu violência sexual, pois o exame pericial foi prejudicado pelo avançado estado de decomposição do corpo. Em junho último o delegado Deverly Pereira Júnior pediu mais 30 dias para concluir as investigações, mas até hoje nenhum resultado foi apresentado.


O crime que chocou os moradores do bairro onde Brenda morava, continua desafiando a capacidade da polícia de descobrir seus autores, que ainda não foram identificados. A polícia trabalha com a hipótese de que o crime tenha sido praticado por pessoas próximas à vítima, mas nada foi confirmado ainda.

Duas pessoas foram linchadas um dia depois do crime por moradores. Um é o cunhado da adolescente, e o outro Rangel de Souza, 30 anos, que foi morto a pauladas. O cunhado foi ouvido pela polícia e mudou da cidade, permanecendo à disposição da polícia, que identificou cinco envolvidos no linchamento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!