Assessor de imprensa poderá ser exonerado para preservar a imagem do Município - Colatina News

Recentes

05/12/2019

Assessor de imprensa poderá ser exonerado para preservar a imagem do Município

Jonas quer a exoneração de Geiferson Cazzotti

Fonte ligada ao prefeito Felismino Ardizzon, o Felismino do PSB, de Rio Bananal, no Norte do Espírito Santo, informou que ele está muito preocupado com a imagem do Município e tenta encontrar uma saída para evitar desgastes com a manutenção do assessor de Imprensa Geiferson dos Santos Cazzotti no cargo.

Geiferson Cazzotti, que é conhecido pelos barracos provocados pelas redes sociais e por omitir informações a veículos de comunicação que tenham linha editorial contrária ao prefeito ribanense, teve sua cabeça pedida pelo ativista Jonas da Silva Soprani, cuja mãe ele agrediu verbalmente em vídeo.

Segundo Jonas Soprani, Geiferson Cazzotti não poderia estar ocupando o cargo de assessor de imprensa do Município, porque não é jornalista e não possui registro profissional. “Desempenhar uma profissão sem estar apto para isso é falsidade ideológica, crime passível de ser punido com prisão”, disse Jonas.
  
Print vazado mostra que Geiferson tenta comprar registro de jornalista...
De acordo com a fonte, Felismino acredita que a manutenção de Geiferson no cargo poderá trazer prejuízos futuros para o Município, além de manchar sua imagem de político transparente e que se preocupa com a boa imagem de Rio Bananal. "Ele não afirmou, mas acredito que vai exonerar Geiferson”, disse.

Ainda segundo a fonte, a preocupação do prefeito aumentou ao saber de uma conversa de Geiferson Cazzotti tentando comprar um registro profissional de jornalista que vazou recentemente. “Fica claro que Geiferson está agindo de má-fé ao tentar adquirir de forma criminosa um registro profissional”, disse a fonte.

A contratação de uma pessoa despreparada para o cargo, que não preenche os requisitos básicos da profissão pode gerar sérios problemas para o Município, principalmente para o prefeito Felismino, que ao contratar Geiferson Cazzotti, não se preocupou em apurar se ele era ou não preparado para o cargo.

...fato que configura crime de falsidade ideológica
O temor do prefeito Felismino faz sentido, pois no dia 18 de novembro o ativista Jonas Soprani protocolou no Fórum de Rio Bananal uma Ação Popular pedindo a exoneração de Geiferson Cazzotti, bem como que ele seja obrigado a devolver os valores recebidos do Município até o momento da exoneração.

Há ainda, segundo a fonte, possibilidades de Geiferson, que já responde a vários processos por difamação e calúnia, responder a mais um, dessa vez por tentar comprar documento oficial para utilizar em cargo público. “Certamente quando isso se tornar público o MP deverá tomar providências”, finaliza a fonte.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!