Empresários denunciam homem que dava prejuízos no comércio de Jaguaré - Colatina News

Recentes

06/01/2020

Empresários denunciam homem que dava prejuízos no comércio de Jaguaré


Márcio Testa é acusado de fraude por empresários 
Um homem que aplicava golpes no comércio de Jaguaré/ES, foi denunciado por comerciantes daquela cidade na Delegacia de Polícia de São Mateus. De acordo com informações, Márcio Testa França, 45 anos, fez várias vítimas na cidade usando uma empresa fantasma de nome Sucesso Pesquisa e Publicidade.

O referido cidadão, segundo informações, visitou o comércio jaguarense e iludiu profissionais e personalidades se passando por empresário da área de marketing, afirmando ter realizado uma pesquisa de opinião pública que nunca existiu, haja vista que o acusado não possui empresa de pesquisa.

Os empresários jaguarenses descobriram que a empresa que Márcio Testa utiliza para realizar o levantamento estatístico é fantasma e decidiram tomar providências buscando inibir a prática criminosa. Descobriram, ainda, que Márcio responde a processos por estelionato e falsificação de documentos.

O BU 41311193 (Boletim Unificado) foi registrado pela Polícia Civil de São Mateus. Márcio, que já responde a processos por estelionato em Linhares e Colatina, estará sob investigação. Segundo um policial, a atitude de Márcio configura prática ilegal da atividade por não ter empresa habilitada para a função.


Conhecido por aplicar o golpe do consórcio que já fez centenas de vítimas, Márcio Testa, pode estar com mandado de prisão em aberto pelo crime praticado na cidade de Colatina. “Vamos entrar no sistema para apurar se há mandado de prisão e, caso haja, tomaremos as providências”, disse um policial.

Há vários relatos de que o primeiro ato de má-fé de Márcio Testa foi praticado contra veículos de comunicação impressos, radiofônicos e digitais, que realizaram divulgações das pesquisas fraudulentas acreditando na farsa, mas descobriram a tempo, antes de terem suas credibilidades abaladas.

Há, ainda, a informação de que ele não é bem-vindo em Sooretama, onde é acusado de dar prejuízos a centenas de pessoas com a venda de consórcios de uma empresa que não tinha autorização do Banco Central para atuar nesse ramo. O Colatina News tentou contato com Márcio, mas não obteve êxito.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!