São Gabriel da Palha poderá ter mais um vereador afastado por falcatruas - Colatina News

Recentes

29/01/2020

São Gabriel da Palha poderá ter mais um vereador afastado por falcatruas

Legislativo gabrielense envergonha a população

Mais um vereador pode ser afastado do cargo em São Gabriel da Palha/ES. A bola da vez é a vereadora Delizete Batista Pinheiro, denunciada pelo Ministério Público por justificar a não participação das sessões da Câmara usando um atestado supostamente falso e receber seu subsídio sem descontos.

A referida vereadora, que usou os atestados quando estava em viagem para Rondônia, é também acusada de atrasar o relatório sobre a cassação dos mandatos dos vereadores Tiago dos Santos e Wagner Lucas dos Santos, o Waguinho da Saúde, afastados liminarmente no dia 26 de novembro de 2019.


O afastamento dos vereadores foi determinado pelo juiz Paulo Moisés de Souza Gagno, que ainda decretou a indisponibilidade dos bens dos dois até o valor de R$ 142.400, em atendimento aos anseios da população, que se manifestou na porta do fórum da cidade, liderada pelo ativista Jonas da Silva soprani.


Delizete pode ser afastada do cargo
A representação contra a vereadora, que é presidente da comissão que definirá o destino dos dois vereadores afastados, foi feita ao Ministério Público pelo vereador Tiago Rocha, segundo o qual a vereadora vem retardando os prazos da comissão, com o intuito de beneficiar Waguinho e Tiago dos Santos.


Assinado pelo médico Getúlio Loureiro, que também deverá ser investigado, o atestado médico apresentado pela vereadora tem o CID G20 (Mal de Alzheimer) e sua validade era de 15 dias, ou seja, de nove a 23 de janeiro deste ano. O Ministério Público investigará o caso e decidirá se denuncia ou não a vereadora.


Aliados da vereadora, bem como da prefeita Céia Ferreira e da deputada Raquel Lessa, Tiago dos Santos e Waguinho da Saúde são acusados de participarem de um esquema de recebimento de propina envolvendo a contratação de um empresário produtor de rodeios em 2018. A festa não aconteceu, mas os vereadores, conforme denúncias, ainda assim receberam a propina.


O vereador Tiago Santos passou uma temporada no xilindró juntamente com Fábio Júnior das Neves, ex-assessor da prefeita Céia, por tentarem destruir provas e atrapalhar as investigações. A Câmara afastou os dois vereadores, que retornaram e foram novamente afastados, dessa vez pela justiça.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!