Enfermeiro mata médica acusando-a de te-lo contaminado com Coronavírus - Colatina News

Recentes

04/04/2020

Enfermeiro mata médica acusando-a de te-lo contaminado com Coronavírus

Antônio e Lorena eram namorados

O enfermeiro Antônio de Pace, 28 anos, matou por estrangulamento sua namorada, a médica Lorena Quaranta, 27 anos. O assassinato aconteceu na segunda-feira, 30, na região de Furci Siculo, na Sicília, Itália. Antônio disse à polícia, que matou a médica porque ela o contaminou com o Coronavírus.

Depois de praticar o crime, Antônio tentou se matar cortando os pulsos, mas não obteve êxito. Ele próprio acionou a polícia e contou que havia matado a namorada porque tinha o contaminado com o Coronavírus. O criminoso foi detido e levado para o Distrito Policial, onde foi autuado em flagrante por homicídio.

Segundo informações da polícia, a médica e o namorado enfermeiro, que trabalharam juntos em um hospital da Sicília tratando pessoas com a doença, tiveram negativados seus testes de Coronavírus. A Itália é o segundo país mais afetado pela pandemia do Coronavírus, com mais de 110 mil casos confirmados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!