Unidades de saúde de Linhares desrespeitam lei que obriga afixar nome de plantonista - Colatina News

Recentes

01/04/2020

Unidades de saúde de Linhares desrespeitam lei que obriga afixar nome de plantonista

Unidade de Saúde do Bairro Planalto

As unidades de saúde de Linhares, no Norte do Espírito Santo, estão desobedecendo a Lei nº 3421/14, que obriga hospitais públicos, conveniados e unidades de saúde a dar publicidade aos nomes dos médicos escalados para os plantões. A constatação foi feita pelo ativista Jonas da Silva Soprani.

Ele, que preside a ONG GADH (Grupo de Apoio aos Direitos Humanos), visitou várias unidades de saúde e observou que em nenhuma delas há identificação pública dos médicos de plantões. “Isso é um absurdo. Ninguém está cumprindo a lei e os vereadores não estão fiscalizando a aplicação da lei”, disse ele.

No quadro não consta o nome do médico plantonista
A lei, que teve apenas um voto contra, foi aprovada no dia 21 de julho de 2014 e posteriormente sancionada pelo então prefeito Nozinho. “Como ocorre com a maioria das leis brasileiras, no início estava sendo cumprida, mas virou  bagunça e estamos cobrando do prefeito Guerino Zanon uma posição nesse sentido”.

Uma as unidades de saúde que não está obedecendo o que determina a lei é a do Bairro Planalto, onde Jonas Soprani esteve na noite de quarta-feira, 31, e confirmou a denúncia de que os nomes dos plantonistas não estão sendo afixados no quadro de avisos que fica em uma parede da recepção.
 
Fac-simile da lei que não está sendo cumprida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!