Assassino diz que matou miss por ciúmes ao ler mensagens no WhatsApp - Colatina News

Recentes

17/05/2020

Assassino diz que matou miss por ciúmes ao ler mensagens no WhatsApp

Rafael chega escoltado à delegacia de Manaus...

Traição. Esse foi o motivo alegado pelo analista judiciário Rafael Fernandes, 31 anos, ao confessar ter matado a namorada Kimberly Karen Mota de Oliveira, 22 anos, no domingo, 11, a facadas. Ele foi preso na sexta-feira, 15, em Pacaraima/RR, divisa com a Venezuela. Ele pretendia fugir para a Espanha.

Com prisão preventiva decretada, Rafael foi preso quando estava escondido em um casebre no meio da mata e chegou escoltado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros de Manaus. A confissão de Rafael foi feita à polícia de Roraima, durante depoimento após ser capturado.

Após a prática do crime Rafael fugiu e durante a viagem capotou o carro na beira da BR-174 e a polícia suspeita que ele tenha pedido carona para seguir viagem e estava sendo ajudado por venezuelanos que desconheciam a situação. Em Roraima, foi identificado ao passar por uma barreira sanitária.

...onde prestou novo depoimento 
À polícia de Roraima Rafael contou com riqueza de detalhes como matou Kimberly, ressaltando que ficou aborrecido ao ver mensagens no celular da jovem enquanto ela estava no banheiro, e numa crise de ciúmes, aproveitou quando a vítima dormia para desferir as facadas contra ela, matando-a.

Segundo a polícia, Rafael ainda tentou tirar o corpo do local, mas não obteve sucesso. Segundo o delegado Paulo Martins em entrevista coletiva, ainda há outros detalhes sobre o crime a serem revelados, mas que virão à tona em outro momento. O assassino já constituiu advogado para fazer a sua defesa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!