Estudo mostra falta de investimentos nas áreas de saúde e educação em Pancas - Colatina News

Recentes

06/05/2020

Estudo mostra falta de investimentos nas áreas de saúde e educação em Pancas

Pancas é um dos Municípios mais atrasados do Noroeste Capixaba

Considerado um dos municípios mais atrasados do Espírito Santo, Pancas, no Noroeste do Estado, segue com investimentos insuficientes em educação e saúde, conforme estudos recentes sobre a economia do Município, o que demonstra, segundo pessoas da cidade, a incompetência do atual prefeito.

Segundo foi divulgado pela imprensa capixaba e pela Revista CidadES, Pancas arrecada milhões, mas os recursos originados dessa arrecadação não têm aplicação em benefício da população. Na área de saúde, por exemplo, o investimento caiu muito e os cidadãos não têm o atendimento adequado.

Investimento precário na Saúde...
“O Município não tem veículos próprios para a área de saúde e os que são utilizados são terceirizados. Ou seja, o prefeito paga um absurdo para empresas fazerem o que é de responsabilidade da prefeitura, e o valor pago daria certamente para adquirir uma frota para servir à Secretaria Municipal de Saúde”.

A afirmação é de um servidor que pede para não ter o nome divulgado por motivos óbvios. Ele acrescenta, que na área de educação a falta de investimentos é igual ou pior que na área de saúde. “Esse prefeito está brincando com a cara do panquense ao deixar abandonadas áreas tão importantes”.

...na Educação...
Os gráficos divulgados pela Revista CidadES mostram que as aplicações na saúde em Pancas vêm caindo gradativamente, até chegar ao patamar mais baixo de aplicação. “Esse Sidiclei está totalmente perdido, igual cachorro quando cai de caminhão de mudanças. Péssimo administrador. Devia pedir pra sair”.

“O prefeito e seus subordinados vivem dizendo que investem pra valer em saúde e educação, mas o estudo apresentado no final de 2019 e que atualmente deve estar ainda pior, prova o contrário. Isso sem contar que no item despesas nota-se que a situação é ainda mais precária e vergonhosa”, salienta o servidor.

...e em despesas essenciais ao desenvolvimento
Para pessoas entrevistadas pelo Colatina News, o prefeito Sidiclei Giles de Andrade foi uma decepção, um voto jogado no lixo. “A gente esperava que ele fosse uma pessoa competente, já que vivia criticando as administrações anteriores, mas na realidade é infinitamente pior que todos eles”, disse Alberto.

“Tanto é”, prossegue Alberto Loredo, “que ele e seu secretário de Finanças, Silmar Subtil Marchetti, estão sendo investigados pelo Ministério Público por terceirização irregular de atividades e competências atribuíveis a servidores públicos, e ausência de projeto básico nos moldes legais, respectivamente”.
 
Sidiclei e Silmar são investigados pelo Ministério Público


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!