Prefeitura de Pancas adquire sem licitação livros pelo valor de quase R$ 200 mil - Colatina News

Recentes

25/05/2020

Prefeitura de Pancas adquire sem licitação livros pelo valor de quase R$ 200 mil

Pancas adquire livros a preço de ouro sem licitação

Em plena exigência de isolamento social por causa da pandemia de Coronavírus, o prefeito Sidiclei Giles de Andrade, de Pancas, no Noroeste do Espírito Santo, acaba de adquirir por quase R$ 200 mil, sem necessidade de licitação, livros educativos para supostas campanhas que deverão ser realizadas no Município
.
De acordo com a publicação no Diário Oficial de 23/03/2020, os livros adquiridos da Editora Cidadania Ltda pelo valor de R$ 199.987,20, sem licitação, serão utilizados em campanhas que serão realizadas pelas USF (Unidades de Saúde da Família), “para melhor informar os cidadãos sobre os temas escolhidos”.

Pegos de surpresa como sempre pelas estrepolias do prefeito panquense, os cidadãos não deixaram por menos e criticaram duramente mais esse gasto desnecessário sem a devida licitação. “Acredito que os livros adquiridos pelo prefeito são de ouro. Pelo valor exorbitante, só pode”, disse Valmir Pereira.


Edital publicado no Diário Oficial de 23/03/2020
Uma professora que pede para não ser identificada para evitar perseguições, também ficou assustada com o valor utilizado na compra dos livros. “Minha nossa Senhora. O que está acontecendo com Pancas, meu Deus? Estão jogando dinheiro fora igual água suja. Alguém precisa fazer alguma coisa”.

“Com tanta coisa faltando nas Unidades de Saúde do Município, muitas não têm nem material para curativos, esse prefeito gasta uma quantia enorme dessas na compra de livros que certamente nem serão utilizados, e se utilizados, não acrescentarão nada. Isso é uma pouca vergonha”, salienta Valéria Morgado.

O certo é que a voracidade do prefeito Sidiclei em contratar obras e serviços sem a devida licitação em um momento que todos estão voltados à luta contra o Coronavírus, virou assunto de bate papos nos mais variados locais, desde cantos de ruas a cultos religiosos, botequins clandestinos e até em barbearias.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!