Secretário de Saúde de Marilândia ataca site por divulgar Festa Macabra - Colatina News

Recentes

14/06/2020

Secretário de Saúde de Marilândia ataca site por divulgar Festa Macabra

Beto Partelli ataca o Colatina News...

O secretário Municipal de Saúde e vereador licenciado de Marilândia, no Norte do Espírito Santo, Beto Partelli, emitiu uma Nota de Repúdio contra notícia veiculada pelo Colatina News, retratando a denúncia de um baile para 200 pessoas ocorrido na cidade, com a participação do prefeito e primeira-dama.

O baile aconteceu no sábado, 06, na residência de Márcio e Kátia Lorenzoni, pais do médico Mateus Lorenzoni, responsável pela promoção do baile, que passou a ser chamado pela população de Baile da Morte, devido ao grande número de pessoas contaminadas pelo Coronavírus presentes no evento.

Além do prefeito Géder Camata e a primeira-dama, que participaram da festa, também o médico e seus pais estavam contaminados pelo Coronavírus e não se importaram em colocar em risco a vida dos convidados. Outro presente que estava presente à festa foi Renzo Falqueto, que depois foi internado.

Em sua Nota de Repúdio, o secretário afirma que o objetivo da notícia é “prejudicar o trabalho sério e comprometido que a Saúde de Marilândia vem conduzindo”. Entretanto, o Beto Partelli, que também estava contaminado pelo Coronavírus, esqueceu que todos tomaram conhecimento da Festa Macabra.

,,, e tenta coagir cidadã em vão
Em virtude da repercussão até internacional que o Baile da Morte teve e em decorrência das consequências que poderão surgir, o secretário Beto Partelli está coagindo pessoas até pelas redes sociais, para tentar arranjar culpados para um evento do qual participou e sabia de tudo que ali estava acontecendo.

Em momento algum, o secretário de Saúde, que vem sofrendo inúmeras críticas pela sua atuação, segundo informações, arbitrária e danosa ao Município, emitiu Nota de Repúdio à festa organizada pelo médico, que estava contaminado pelo Coronavírus e, segundo consta, é parente de sua mulher.

E a falta de respeito continua em Marilândia. No domingo uma animada batucada foi denunciada à polícia, que alegou na ter contingente para atuar e que esse tipo de reclamação teria que ser encaminhada à prefeitura, pelo Disk Aglomeração. Ocorre que o telefone chama o tempo todo e ninguém atende.

A festa com a presença de autoridades contaminadas pelo Coronavírus, que deveriam dar bons exemplos, teve repercussão negativa para o Município, e até o padre da cidade condenou na homilia, a participação de pessoas que deveriam dar exemplos, em festas de finais de semana, (Veja o vídeo a seguir).


Segundo o secretário o site não tem credibilidade






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!