Mulher com sintomas de Coronavírus não consegue fazer o teste em Pancas - Colatina News

Recentes

31/08/2020

Mulher com sintomas de Coronavírus não consegue fazer o teste em Pancas


Apesar dos sintomas o teste foi postergado
O descaso na área de saúde continua sendo uma constante em Pancas, no Noroeste do Espírito Santo. Pelo menos é o que afirmam vários moradores da cidade, que não têm conseguido um atendimento digno no Município. A reclamação principal é a dificuldade para se fazer um teste de Coronavírus.

Um morador que pede para não ser identificado para não sofrer perseguição, disse que sua esposa está com muita febre, dor de cabeça forte, muito gripada e tossindo muito. “Tentamos fazer o teste, mas marcaram para a próxima sexta-feira. Os sintomas tiveram início no dia 26 de agosto”, disse o morador.

Os testes que são difíceis para os cidadãos panquenses, são facilitados aos peladeiros da cidade, que o prefeito Sidiclei Giles de Andrade fornece de graça. A prova disso é um áudio divulgado nas redes sociais por Daniel Ribeiro, no qual se vangloria de ter conseguido testes gratuitos para todos os peladeiros.

Peladeiros têm privilégio que é negado à população

Ele relata no áudio, que a conquista ocorreu durante uma reunião com o prefeito Sidiclei, presidente da Câmara Otiniel e o secretário de Saúde Cléber. Também participaram da reunião os peladeiros Zefinho Gazetinha e Fuliu, representando o grupo Pelada Quatro Toques, cujo diretor é Daniel Ribeiro.

O privilégio concedido pelo prefeito Sidiclei aos peladeiros gerou revolta na cidade e tem morador afirmando que se trata de compra de votos, uma vez que estava reunido com os peladeiros da cidade, além do prefeito, o presidente da Câmara. “O Ministério Público precisa apurar mais essa treta”, disse o morador.

Para finalizar, o morador relata que sua esposa não é a única a passar por isso. Várias outras pessoas da cidade com os mesmos sintomas também não conseguiram realizar o teste. “Apesar de termos um médico como prefeito, a saúde do Município está na UTI. Tudo tem que ser em Colatina”, conclui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!