Secretário de Marilândia é denunciado por agredir até menor para defender o prefeito - Colatina News

Recentes

22/09/2020

Secretário de Marilândia é denunciado por agredir até menor para defender o prefeito

Em Marilândia, criticar a administração é motivo pra levar porrada

O secretário Municipal Ciro José, de Infraestrutura, conhecido como Baiano, foi denunciado por mais um ato de violência, e dessa vez envolvendo um menor de 14 anos, que foi agredido com um tapa no peito. A denúncia foi encaminhada à Procuradoria Municipal de Marilândia, Norte do Espírito Santo.

 

Segundo a denúncia de Jan Guilherme Nardi, ele levou o filho de 14 anos ao Laboratório Alto Análise para fazer um exame de sangue, e ao sair do laboratório, Baiano surgiu do nada chamando-o de babaca, pilantra e filho da puta e ameaçando “arrebentá-lo por causa das publicações no Facebook”.

 

De acordo com Jan, após os insultos, o secretário Municipal partiu para agressão física, aplicando-lhe vários chutes, tendo pessoas que estavam no local interferido para conter a confusão. Durante as agressões, Ciro acertou um tapa no peito do filho de Jan, que a todo momento tentava evitar a agressão.

 

“Eu não ameaço. Eu faço”, diz secretário

 

Ao ser questionado por Jan o porquê de ficar sempre ameaçando as pessoas, Ciro, em tom de deboche, respondeu: “Eu não ameaço. Eu faço”. Na denúncia, Jan pede ao Município que tome as providências contra o secretário, que para defender o atual prefeito, vem agindo com violência, como se fosse jagunço.

 

Recentemente o servidor público Fabriano Peixoto de Oliveira, presidente do PL e pré-candidato a prefeito de Marilândia, afirmou que entraria com uma Queixa-crime contra Baiano, depois de ser injuriado e ameaçado por ele em público. Fabriano estava em companhia das filhas de quatro anos, e 11 meses.

 

A violência do secretário contra quem critica o prefeito Geder Camata virou motivo de reclamação geral. Pessoas ouvidas pelo Colatina News afirmaram que ele age assim sem que o Ministério Público e a polícia façam alguma coisa para impedi-lo. “Estão esperando acontecer um tragédia”, disse um morador.

  

Denúncia encaminhada à Controladoria-Geral da Prefeitura de Marilândia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!