Juiz eleitoral de Pancas se declara suspeito para julgar impugnação de Guima - Colatina News

Recentes

11/10/2020

Juiz eleitoral de Pancas se declara suspeito para julgar impugnação de Guima

Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (Foto ilustrativa)

Adelino Augusto Pinheiro Pires, juiz eleitoral da 36ª Zona Eleitoral, que abrange Alto Rio Novo, Mantenópolis e Pancas, todos no Noroeste do Espírito Santo, se declarou suspeito para julgar pedido de impugnação da candidatura de Agmair Araújo, o Guima, ao cargo de vice-prefeito na chapa do atual prefeito.

 

A decisão do juiz foi tornada pública na sexta-feira, 09 e foi considerada coerente por políticos locais, haja vista que o prefeito Sidiclei Giles de Andrade, conforme vídeo no final da notícia, já havia adiantado qual seria a decisão durante uma live da qual participou e garantiu que o resultado seria favorável.

 

O pedido de impugnação da candidatura de Guima foi feita pelo promotor eleitoral Antônio Carlos Gomes da Silva Júnior, com base no fato de o ex-prefeito ser ficha suja e inelegível, porque o Tribunal de Contas do Espírito Santo rejeitou suas contas quando exercia o mandato de prefeito de Pancas.

 

Rejeição de contas de Guima já transitou em julgado

 

Como a decisão colegiada já transitou em julgado, pela legislação em vigor Guima é considerado ficha suja, e legalmente esta inelegível e impossibilitado de se candidatar, razão do pedido do Ministério Público Eleitoral. Com a suspeição do juiz Adelino, caberá a outro magistrado decidir a questão.

 

Assim que o promotor eleitoral ajuizou o pedido de impugnação do registro de candidatura de Guima, Sidiclei, em reunião com correligionários transmitida pelas redes sociais (e que não é fake news), como se já soubesse o resultado da decisão, garantiu que a impugnação de Guima seria julgada improcedente.

 

O juiz Adelino disse que sempre julgou com imparcialidade e não poderia admitir que houvesse dúvidas quanto a sua condição de julgador. Ele se declarou suspeito por motivo de foro íntimo, conforme lhe garante a legislação em vigor e determinou a remessa do processo ao seu substituto legal.

  



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!