Prazer fatal. Médico é condenado depois de matar a amante com overdose de sexo oral - Colatina News

Recentes

google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

12/03/2021

Prazer fatal. Médico é condenado depois de matar a amante com overdose de sexo oral

Médico Andreas injetou cocaína em outras mulheres

Após matar a amante de 38 anos de overdose durante uma sessão de sexo oral, o médico Andreas Niederbichler foi condenado a pagar uma indenização equivalente a R$ 200 mil. Quem vai receber a grana será o viúvo e o filho da mulher identificada apenas como Yvone. Ele já tinha sido condenado a nove anos de cadeia em 2019. 

 

A prisão foi porque Andreas escondeu de Yvone que tinha colocado cocaína sobre o pênis antes do ato sexual. Durante o julgamento o médico garantiu que a vítima sabia sobre a existência da droga, mas a defesa não convenceu aos jurados e ele acabou indo em cana. Um amigo de Yvone disse que ela pretendia se separar do marido. 

 

“Yvone queria deixar o marido para ficar com Dr. Niederbichler. Ele era como Christian Grey de 50 Tons de Cinza para ela”, disse o amigo de Yvone, que segundo ele, era ex-paciente do médico e teve um relacionamento de longa data com ele. Com a morte de Yvone, foi descoberto que o médico tinha injetado cocaína em mais três mulheres. 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!

Baixe nosso aplicativo!

Baixe nosso aplicativo!
Aqui o acidente é fatal e não a vítima, bandido não é tratado como suspeito, distrito não é chamado de vila e a notícia é divulgada nua e crua, sem medo. Baixe o App e tenha as notícias na palma de sua mão. Para baixar nosso aplicativo clic na imagem!