Pai que asfixiou e jogou o filho do 11º andar do prédio que morava é preso pela polícia - Colatina News

Recentes

google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

19/09/2021

Pai que asfixiou e jogou o filho do 11º andar do prédio que morava é preso pela polícia

O assassino do próprio filho é localizado no centro da cidade

O nigeriano Celestine Anyaso foi preso na quinta-feira, 16, no centro de São Paulo, por ter asfixiado e atirado o filho de 10 anos do 11º andar de um prédio localizado na Rua Indaiá Grande, na Fazenda Aricanduva, na Zona Leste, em junho deste ano. Ele foi conduzido ao 8º Distrito Policial, onde foi autuado.

 

Segundo a polícia, o nigeriano matou o filho para se vingar da ex-mulher, que recusou a reatar o relacionamento com ele. Os dois tiveram um relacionamento há 11 anos, tendo ela engravidado e mesmo a contragosto o nigeriano registrou a criança, que ganhou o nome de Hamilton. Logo após ele foi preso por tráfico.

 

Depois de cumprir 10 anos de prisão sem manter contato com a mulher e o filho, Celestine foi solto em janeiro e procurou a mulher sob pretexto de restabelecer os laços com Hamilton. Ele então passou a visitar o filho e em junho último, a mãe deixou a criança passar um final de semana com o pai e acabou morto.


Hamilton foi asfixiado e atirado do 11º andar do prédio

Ao ser detido o nigeriano disse que ao ouvir um barulho no quarto entrou e viu o filho sentado na janela com as pernas para fora. Disse também que a criança pediu desculpas e se jogou. Por essa razão ele foi liberado e o caso registrado como suicídio. Desde então que o nigeriano nunca mais foi visto pela mulher.

 

Recentemente, após realização de perícia com exames necroscópicos no apartamento, onde foram encontrados vários vestígios de sangue, e na criança, foi apurado que a vítima havia sido morta por asfixia mecânica antes da queda. Ao ter a prisão decretada o nigeriano fugiu e não foi encontrado pela polícia

 

Indignada com a falta de interesse da polícia em prender o assassino, a mulher decidiu ela mesma investigar o paradeiro de Celestine, até que na quinta-feira ela o encontrou no centro de São Paulo e imediatamente entrou em contato com a polícia, que foi ao local, efetuou a prisão do criminoso e o levou para o 8º DP.

 

Siga-nos no Instagram: @colatinanews, e no Facebook: @sitecolatinanews!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário