Tortura. Policial sádica e arbitrária agride órgãos sexuais de jovens ao fazer abordagem - Colatina News

Recentes


google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

30/05/2022

Tortura. Policial sádica e arbitrária agride órgãos sexuais de jovens ao fazer abordagem

Policial sádica e truculenta tortura jovens em abordagem

A truculência de uma policial militar durante abordagem de rotina no Bairro Jardim Brasil, um dos mais pobres da Zona Norte de São Paulo causou revolta geral nos moradores. Segundo eles, a Polícia Militar se tornou num monstro após a existência do atual presidente, e quando não mata faz o que quer dos jovens.

 

A atuação agressiva e truculenta da policial militar, que não teve o nome divulgado, foi gravada por câmeras de segurança e mostra ela atingindo com força os órgãos genitais dos jovens durante as abordagens. À medida que agredia os jovens, a policial sorria com sadismo pois tem certeza da impunidade.

 

“E ainda tem gente que chama esses bandidos de heróis. Eles são, na verdade, capangas armados da elite como sempre foram. Historicamente a função do Policial Militar é de obedecer a burguesia que nem cachorro adestrado e a sociedade que paga seus salários que se dane”, disse o contabilista Jones Leite.

 

“A polícia trata todo mundo como bandido por despreparo e certeza da impunidade. São bandidos de uniforme com aval para praticar atrocidades contra vítimas que são sempre negros e pessoas pobres. Retrato de um país entregue ao descaso e presidido por um moleque”, comenta Maria Geralda Barbosa.

 

Para um advogado que pediu para não ser identificado, esse tipo de revista não pode ser feito por policial feminino, assim como do contrário não pode ser feito por policial masculino. “Além disso, essa agressão feita por essa policial arbitrária contra os jovens dói muito e pode ser configurado como tortura”, afirma.

 


Siga-nos no Instagram: @colatinanews, e no Facebook: @sitecolatinanews!

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário