Travesti é assassinado a tiros pela Polícia Militar e moradores dizem que foi execução - Colatina News

Recentes


google.com, pub-2151647549971277, DIRECT, f08c47fec0942fa0

13/07/2022

Travesti é assassinado a tiros pela Polícia Militar e moradores dizem que foi execução

Lara Croft foi morta pela PM com cinco tiros

O travesti Jefferson da Costa Santos, 34 anos, conhecido como Lara Croft, foi executado a tiros por policiais militares na madrugada desta quarta-feira, 13, segundo afirmam moradores de Alto Lage, Cariacica, na Grande Vitória, onde a vítima morava. Os policiais alegam que a vítima os ameaçou com um barbeador.

 

Consta da ocorrência, que os disparos foram efetuados depois que a vítima, ao ser abordada juntamente com outra pessoa, não obedeceu aos policiais e ainda tirou da bolsa um barbeador, com o qual tentou atingi-los. Disseram ainda que o travesti tentou tomar a arma de um dos policiais e que em razão disso, atiraram.

 

O corpo do travesti foi encaminhado ao DML (Departamento Médico Legal) de Vitória, para ser necropsiado e depois liberado aos familiares. A versão da polícia no entanto é contestada pelos moradores do local, que afirmam que o travesti não tentou reagir e que os policiais o agrediram a socos e depois o executaram.

 

“Eles sempre dizem que a vítima tentou tomar a arma”

 

“Foi uma execução. Os policiais não deram tempo nem da vítima se explicar. Eles disseram alguma coisa, a vítima respondeu, eles não gostaram e já partiram para o espancamento e depois executaram a vítima friamente com cinco tiros”, disse um morador, lembrando que esse tipo de violência policial é muito comum.

 

Silvânia da Costa Santos, mãe do travesti, disse que o filho não usava armas e que a tarde tinha ligado para ele, ocasião em que Lara Croft disse que não poderia falar muito, pois tinha medo que seu celular fosse roubado. Ela disse ainda, que ao chegar no local, o celular e a identidade da vítima não estavam lá.

 

Outro morador disse que os policiais espancaram a vítima e atiraram várias vezes contra ela, tendo o travesti sido executado pelos policiais militares sentado. “Esses assassinos fardados têm que ser punidos. Eles sempre usam a mesma desculpa furada de que a vítima tentou pegar a arma deles. São monstros”.

 

Siga-nos no Instagram: @colatinanews, no Facebook: @sitecolatinanews, e inscreva-se no nosso canal no Youtube: Colatina News!

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário