Polícia tira de circulação traficantes que atuavam em bairros de Colatina - Colatina News

Recentes

10/01/2020

Polícia tira de circulação traficantes que atuavam em bairros de Colatina

Armas, dinheiro e drogas foram apreendidos com os criminosos

Dois traficantes, um maior e um menor, cujos nomes não foram divulgados pela polícia em virtude da entrada em vigor da Lei do Abuso de Autoridade, criada com o objetivo de proteger criminosos, foram presos por volta das 19h de quinta-feira, 09, no Bairro São Marcos, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo.

De acordo com a ocorrência policial, os indivíduos fortemente armados estavam circulando pelos becos e escadarias do Bairro São Marcos, ameaçando moradores e rivais. Ao serem acionados, os policiais se dirigiram ao local e conseguiram prender os criminosos, que estavam escondidos em uma quitinete.

No local foram encontradas armas e drogas. Os criminosos não reagiram à prisão e foram encaminhados à 15ª Delegacia Regional de Colatina, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de armas. O delegado responsável pelas investigações apurará outros envolvimentos da dupla.


Mais prisões

Na quarta-feira, 08, três mulheres, cujos nomes não foram divulgados, acabaram detidas no Bairro São Miguel, também em Colatina, por tráfico de drogas. Elas foram abordadas pelos policiais quando estavam sentadas no meio fio da rua do bairro, sendo que uma delas segurava um cigarro de maconha.

Apesar de armados os criminosos não reagiram à prisão
Em poder de uma delas os policiais encontraram uma porção de maconha e R$ 67,00 em dinheiro dentro da capa de um celular. Dando prosseguimento ao trabalho, os policiais descobriram que a casa em frente ao local da abordagem pertencia à mãe de uma das mulheres e para lá se dirigiram.

Autorizados pela dona da casa, os policiais entraram na residência, realizaram buscas e encontraram na garagem da casa 22 porções de maconha de tamanhos variados, pesando aproximadamente 470 gramas. Uma das mulheres confessou que tinham comprado em uma boca de fumo na Grande Vitória.

A afirmação foi confirmada pela outra mulher, acrescentando que adquiriram o produto em sociedade, e que cada uma deu R$ 600,00. Disseram, ainda, que a droga seria vendida para seus clientes por meio do aplicativo Whatsapp. Elas receberam voz de prisão e foram encaminhadas à 15ª Delegacia de Polícia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!