Ativista questiona assinatura de contratos de alto valor durante pandemia em Linhares - Colatina News

Recentes

01/08/2020

Ativista questiona assinatura de contratos de alto valor durante pandemia em Linhares


Jonas está "encucado" com tantos contratos
Dois contratos de quase R$ 1 milhão juntos assinados pelo Município de Linhares, no Noroeste do Espírito Santo, em plena pandemia, estão deixando o ativista Jonas da Silva Soprani um tanto quanto “encucado”. Os tais contratos, um deles com dispensa de licitação, juntos somam a bagatela de R$ 965.250,00.

O primeiro deles, que recebeu o nº 59/2020, foi firmado com a empresa Tecvig Construtora e Serviços Ltda-ME, com vigência de 12 meses, para a implantação de poste curvo duplo de aço no parque de iluminação pública. Neste caso, para a contratação foi realizada licitação na modalidade Pregão Presencial.

Contrato para implantação de poste curvo
Já o segundo contrato, cuja licitação foi dispensada, recebeu o nº 7769/2020, e foi firmado com a Uni Físio Clínica de Fisioterapia Ltda, para a realização de serviços de fisioterapia em virtude da pandemia. Indignado, o ativista indagou: “para que tanta contratação durante a pandemia? Tem coisa errada nisso”.

Jonas afirma que durante mais de três anos o prefeito Guerino Zanon teve tempo suficiente para realizar a implantação dos postes, mas preferiu aproveitar a pandemia para a realização do serviço. “Não dá para entender o que se passa nesse Município. Estão gastando nosso dinheiro de forma desenfreada”, reclama Jonas Soprani.

Contratação de clínica sem licitação
Mas o que ele mais criticou foi a contratação da Clínica de Fisioterapia. “Além de não fazer a licitação, não há esclarecimento sobre que tipo de fisioterapia será feita. Será que a pessoa que positiva o Coronavírus fica com alguma sequela física? Ou será que é para exercitar o pulmão?" Questiona o ativista ao finalizar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!