Prefeito de Marilândia determina distribuição discriminatória de Kit Merenda - Colatina News

Recentes

09/06/2020

Prefeito de Marilândia determina distribuição discriminatória de Kit Merenda

Prefeito de Marilândia faz decreto discriminatório

Após o presidente da Câmara, a secretária Municipal de Educação e o pastor Noé afirmarem em sessão da Câmara Municipal de Marilândia, no Norte do Espírito Santo, a inexistência de merenda escolar estocada, existindo apenas alguns sacos de fubá, o prefeito decreta a sua distribuição aos alunos.


Segundo o Decreto nº 4317, de 29 de maio de 2020, fica determinada, em caráter excepcional, a distribuição de Kits de merenda escolar aos alunos matriculados na Rede Pública de Ensino do Município de Marilândia, cadastrados no Programa Bolsa Família e/ou em situação de vulnerabilidade social.


A edição do decreto causou revolta em pais de alunos e gerou várias críticas pelas redes sociais, em virtude da discriminação de alunos e famílias. “O Kit tem que ser distribuído é para todos os alunos matriculados e não apenas para alguns, conforme critério da administração municipal”, escreveu um internauta.

Outros lembraram que o prefeito Géder Camata só decidiu fazer a distribuição de Kits merenda depois de ser pressionado. “Se dependesse dele, esses kits jamais seriam distribuídos, já que até esconder merenda escolar ele escondeu, deixando quilos de carne serem apodrecidos nos congeladores”, escreveu outro.

A revolta contra o prefeito Géder Camata é tamanha, que são vários os que pedem o seu afastamento para o bem de Marilândia. “Está na hora desse sanguessuga dos recursos públicos ser afastado do governo. Estamos aguardando posição da Câmara Municipal e do Ministério Público”, cobraram.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas noticias!